Extremidades

Problemas musculoesqueléticos são condições muito frequentes que afetam as pessoas na sociedade. As articulações mais afetadas são ombros, joelhos, quadris e tornozelos. Geralmente são muito persistentes e crônicos, mesmo após passarem por tratamento.

O tratamento pela fisioterapia convencional costuma fornecer alí­vio a curto prazo, mas frequentemente não resulta na cura do problema. Não há evidência científica que comprove benefí­cio a longo prazo com o uso de ultrassom, tens, AINES (antiinflamatórios não esteróides) orais ou infiltração por corticóides. O exercí­cio físico parece ser a única ferramenta benéfica para uma ampla variedade de problemas musculoesqueléticos e o “autotratamento” tem se mostrado como a melhor estratégia na resolução destes problemas.

O tratamento é composto de 3 fases, de acordo com cada estágio da lesão:

1- Lesão / Inflamação – proteger a lesão; prevenir exudato inflamatório excessivo; reduzir o edema.

2- Cicatriz / Cura – “ tensão e carga suave; volta progressiva às  cargas normais.

3- Remodelação – prevenção de contraturas; carga e tensão normais para aumentar força e flexibilidade.

O “autotratamento” é fundamental para que ocorra a remodelação do tecido e na prevenção de reincidências. Aprenda você mesmo a tratar o seu problema e obtenha melhores resultados a curto e longo prazos. O “Método Mckenzie de Diagnóstico e Terapia Mecânica” é o único método que ensina você a cuidar do seu problema, gerando “independência” em relação ao terapeuta.